sexta-feira, 23 de outubro de 2009

A decisão agora é outra

Após ter desistido, ontem, do cargo principal da Etablissement Public d'Aménagement de La Défense (EPAD), órgão que administra o distrito financeiro La Défense, Jean Sarkosy, poderá ser eleito membro do conselho, nesta sexta-feira, 23.

Os críticos repudiam tal decisão ao declararem que esta situação é claramente uma oportunidade encontrada pelo pai, Nicolas Sarkosy, presidente da França. "Soa como uma confissão, a de um presidente que compreendeu que foi um pouco longe demais no exercício pessoal de seu poder", publicou o jornal de esquerda "Libération".

Os apoiadores defendem a maturidade de Jean. "Nasce uma estrela", publicou o "Le Télégramme" em sua capa.

O favorecimento a Jean, é claro. Talvez se ele não fosse o filho do presidente, não teria sido cotado aos cargos. As decisões tomadas em nome dele, são evidentemente as decisões tomadas por Nicolas. O que o presidente francês quer, é prepará-lo para a carreira política e possivelmente torná-lo o futuro governante do país.

Um comentário:

gaijin dame disse...

http://gaijindame.blogspot.com/